JavaScript não instalado ou desabilitado!

PT Ceará

COMUNICAÇÃO
NOTÍCIAS POR E-MAIL


PT CEARÁ
PT CEARÁ

GOVERNO
GOVERNO

COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO
PUBLICAÇÕES

* PT nas redes sociais

PRINCIPAL * MULTIMÍDIA


CAFÉ COM PRESIDENTE
Café
com a Presidenta



22/04/2014
Dilma: Política de conteúdo nacional foi decisiva para o renascimento da indústria naval
Fechar >>

Com o esforço de nossos trabalhadores, a iniciativa de nossos empresários e o apoio de todos aqueles que acreditam no Brasil, conseguimos reconstruir a indústria naval brasileira"

Segundo a presidenta Dilma Rousseff, a indústria naval brasileira emprega hoje 80 mil trabalhadores em todo o país. Ela comentou que, no ano passado, a construção naval entregou volume recorde de navios e plataformas de petróleo. Só em 2014, estão em construção ou contratados para serem construídos aqui no Brasil 18 plataformas, 28 sondas de perfuração e 43 navios-tanque.
Transcrição

Apresentador: Olá, você, em todo o Brasil, eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, presidenta?

Presidenta: Bom dia, Luciano? E bom dia para você que nos acompanha aqui no Café!

Apresentador: Presidenta, na semana passada, a senhora esteve em Pernambuco para a viagem inaugural do navio Dragão do Mar e o batismo do navio Henrique Dias. Conta um pouco para a gente sobre a indústria naval brasileira, presidenta.

Presidenta: Olha, Luciano, lá em Ipojuca, em Pernambuco, eu estive em um grande estaleiro, que nem mesmo existia dez anos atrás, e que agora, Luciano, produz navios gigantescos e plataformas para a produção de petróleo. Com emoção e orgulho, pude comprovar mais uma vez a capacidade do Brasil de construir estaleiros, produzir navios, produzir plataformas e ter uma indústria naval forte e competitiva, que agora gera empregos e garante renda a milhares de trabalhadores e suas famílias aqui no Brasil. O mais emocionante, sabe, Luciano, é ver homens e mulheres que trabalhavam precariamente como cortadores de cana, subempregados da periferia de Recife, empregadas domésticas sem direitos trabalhistas e que, hoje, melhor capacitados e remunerados, com todos os seus direitos protegidos, ganham seu sustento nos estaleiros do Nordeste, uma região a que muitos julgavam ser impossível levar a industrialização. Grande engano, pois hoje, o estaleiro está lá e a produção de navios já está a todo vapor. Nós entregamos dois navios: o Dragão do Mar e batizamos o Henrique Dias. O Brasil, hoje, sabe, Luciano, tem uma indústria naval forte, pujante, que emprega quase 80 mil trabalhadores espalhados pelos estaleiros no Nordeste, no Sudeste e no Sul. E em 2017, segundo as previsões, serão 100 mil trabalhadores contratados na indústria naval. Veja bem, Luciano, 100 mil empregos diretos. Sabe quantos empregos existiam na indústria naval em 2003? Sete mil, quatrocentos e sessenta e cinco. Ou seja, até 2003, a indústria naval brasileira estava desaparecendo. Os poucos estaleiros que restavam faziam apenas pequenos consertos nas plataformas e nos navios. Agora, Luciano, ela foi multiplicada por dez.

Apresentador: E como esse quadro mudou?

Presidenta: Olha, Luciano, quando o presidente Lula assumiu, ele fez uma escolha que mudou a história. Decidiu que o que puder ser produzido no Brasil, deveria ser produzido aqui. Decidiu também que a Petrobras passaria a priorizar o produto nacional, a fazer encomendas de navios e plataformas em estaleiros nacionais, criar empregos aqui e não lá fora. Graças à política de compras da Petrobras iniciada no governo Lula e desenvolvida no meu governo, renasceu uma indústria naval dinâmica e competitiva, que irá disputar o mercado com as maiores indústrias navais do mundo.

Apresentador: Explique melhor essa política de compras, presidenta.

Presidenta: Nós decidimos que as compras da Petrobras deveriam ser feitas preferencialmente em indústrias que produzissem no Brasil, para gerar, aqui, crescimento industrial e emprego. O nosso lema é: fazer no Brasil porque temos capacidade para fazer. Assim, o que a Petrobras comprava lá fora passou a ser feito aqui no Brasil por trabalhadores brasileiros. Isso se chama política de conteúdo nacional. Com essa decisão, Luciano, além da riqueza do petróleo, o Brasil passou a ter uma indústria naval poderosa, desenvolveu uma cadeia de fornecedores. Nos últimos dez anos, dez estaleiros para a construção de plataformas e sondas de perfuração entraram em operação no Brasil. No ano passado, a construção naval brasileira entregou volume recorde de navios e plataformas de petróleo. Foram sete plataformas de produção, dois navios petroleiros de grande porte, 21 navios de apoio marítimo, dez rebocadores portuários e 44 barcaças de transporte. Só em 2014, estão em construção ou contratados para serem construídos aqui no Brasil 18 plataformas, 28 sondas de perfuração e 43 navios-tanque.

Apresentador: Presidenta, quais são as perspectivas para a indústria naval com a exploração do pré-sal?

Presidenta: São fantásticas, Luciano. Inclusive, muitas empresas estrangeiras estão vindo se instalar no Brasil para produzir aqui as peças e os equipamentos necessários para a exploração do petróleo da camada pré-sal. Isso porque vão ser necessários 88 navios, 198 barcos de apoio e 28 sondas de perfuração até 2020. Só de plataforma, Luciano, serão necessárias 31, sem contar as 12 que serão usadas para explorar somente o Campo de Libra. Você veja, Luciano, são números fantásticos, grandiosos. O Brasil também vai avançar em tecnologia e inovação na indústria de petróleo e gás. Com os investimentos em pesquisa e desenvolvimento que as petroleiras são obrigadas a fazer aqui no país para poder explorar o nosso petróleo, nós vamos incorporar mais conhecimento, mais know-how à nossa produção de bens e equipamentos, o que será muito importante para superarmos os desafios da exploração do pré-sal. Luciano, veja você, a indústria naval tem uma imensa capacidade de gerar riquezas. Com o esforço de nossos trabalhadores, a iniciativa de nossos empresários e o apoio de todos aqueles que acreditam no Brasil, conseguimos reconstruir a indústria naval brasileira.

Apresentador: Presidenta, infelizmente, o nosso tempo acabou. Obrigado por mais esse Café com a Presidenta.

Presidenta: Luciano, como mineira e brasileira, eu quero lembrar que hoje é o Dia de Tiradentes, símbolo da luta por um Brasil melhor, altivo e independente. Tiradentes uma vez disse: "Se todos quisermos, poderemos fazer deste país uma grande nação. Vamos fazê-la". O renascimento da indústria naval brasileira mostra que Tiradentes tinha muita razão. Aproveitem o feriado e até a próxima semana.

Apresentador: Você que nos ouve pode acessar o Café com a Presidenta na internet, o endereço é www.brasil.gov.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira. Até lá!



Fechar >>






30/06/2014 - Mais Médicos supera meta e já beneficia 50 milhões de brasileiros

23/06/2014 - Mais de 30 mil farmácias em todo país fornecem remédios de graça contra hipertensão, diabetes e asma

09/06/2014 - Brasil Sorridente completa 10 anos oferecendo tratamento odontológico gratuito para 80 milhões de pessoas

02/06/2014 - Dilma anuncia investimento recorde na agricultura familiar e reafirma compromisso do governo com o semiárido

26/05/2014 - Agronegócio contará com mais de R$ 156 bilhões para a próxima safra

19/05/2014 - Dilma garante que aeroportos estão preparados para receber turistas na Copa

12/05/2014 - Dilma: Enem abre cinco diferentes oportunidades de estudo para os jovens

05/05/2014 - Dilma anuncia correção da tabela do Imposto de Renda e aumento do Bolsa Família

28/04/2014 - Dilma: Marco Civil da Internet foi saudado como exemplo para o mundo

14/04/2014 - Governo vai combater ação de criminosos no Minha Casa Minha Vida

07/04/2014 - Governo já entregou mais de 14 mil máquinas para municípios de todo o país

31/03/2014 - Mais Médicos já beneficia 33 milhões de pessoas

24/03/2014 - Nós criamos o Pronatec para dar oportunidade aos brasileiros de melhorar sua formação profissional

17/03/2014 - Com o Sisutec, estamos dando mais uma alternativa para quem concluiu o Ensino Médio

10/03/2014 - Crescer já emprestou R$ 12,5 bilhões aos pequenos empreendedores

06/03/2014 - Dilma: governo tem que oferecer oportunidades para as mulheres conquistarem uma vida melhor

24/02/2014 - Crédito barato do Pronaf ajuda a modernizar a Agricultura Familiar

17/02/2014 - Dilma: safra recorde é importante para o crescimento do país

10/02/2014 - Prioridade é investir no transporte sobre trilhos, diz Dilma

03/02/2014 - Pronatec: 5,7 milhões de matrículas nos cursos técnicos e de qualificação profissional

27/01/2014 - Minha Casa Minha Vida: 1,5 milhão de famílias já conquistaram a casa própria

20/01/2014 - Saúde Não Tem Preço: 18 milhões de pessoas beneficiadas com remédio para hipertensão e diabetes


1999-2017. Conteúdo Oficial - Partido dos Trabalhadores - Ceará
Av. da Universidade, 2189, Benfica, Fortaleza - CE
CEP: 60020-181, Fone: (85) 3454-1313

www.ptceara.org.br
falecom@ptceara.org.br

Produzido e Atualizado pela Comunicação do PT Ceará e TEIA DIGITAL