JavaScript não instalado ou desabilitado!

PT Ceará

* PT nas redes sociais

PT CEAR�
PT CEARÁ

GOVERNO
Mandatos no Ceará

COMUNICA��O
COMUNICAÇÃO


COMUNICAÇÃO
NOTÍCIAS POR E-MAIL


PRINCIPAL * ARTIGOS * Vice prefeitos(as)



A+   a-      Imprimir   Enviar para um amigo   Indicar erro


07-03-2019
APRENDE, BOLSONARO!

Por Moisés Braz


Por Moisés Braz, Deputado Estadual (PT-CE)




Com dois tuítes, Bolsonaro extrapolou os limites do bom senso, expôs o país de forma negativa em todo o mundo e evidenciou o seu total despreparo para exercer o cargo máximo do Brasil.

 
Ao expor um vídeo pornográfico como forma de revide por ter sido alvo de grande número de protestos, sátiras e críticas de foliões no Carnaval, Bolsonaro - ou a porção ajuizada do seu governo - teve de se retratar oficialmente por meio da Comunicação do Palácio do Planalto. “Não foi bem isso que ele quis dizer”, disse o protocolo oficial.
 
Quando você tem de explicar aquilo que quis dizer, é porque não conseguiu - ou não soube -, se comunicar de forma eficiente.
 
Acompanhar a repercussão do ocorrido é se espantar ainda mais a cada notícia, vídeo ou comentário a respeito da falta de capacidade demonstrada pela figura responsável por conduzir os destinos do Brasil.
 
O revide ressentido do presidente também deixou perplexos os jornalistas e veículos os mais importantes da imprensa mundial. Recebeu repúdio dos seus acólitos e provocou até abertura de discussão para um pedido de impedimento por quebra de decoro, este sim previsto na Constituição em seu artigo 9º.
 
Como bem observou um usuário do Twitter, no Carnaval teve vídeo de um bloco que todo mundo parou, sentou no chão e ficou em silêncio para encontrar a mãe de uma criança perdida. Teve vídeo em que foliões fizeram uma vaquinha para um catador de recicláveis. Teve o enredo da campeã do Carnaval do Rio de Janeiro homenageando heróis esquecidos da história brasileira, para ficar apenas em um exemplo entre as escolas.
 
Mas, dias após elogiar um ditador pedófilo, Bolsonaro reduziu a grandeza e a importância cultural, social e econômica a um fato isolado que nunca foi marca principal do Carnaval em todas as regiões do país. 
 
Levou uma reprimenda até do carnavalesco da Mangueira: “esse é um recado político para mostrar ao presidente que carnaval é a festa do povo, da cultura popular, e não o que ele acha que é”.
 
Há quem defenda ter sido a manifestação de Bolsonaro feita de caso pensado para afastar a atenção do país dos temas realmente importantes, como o governo claudicante e sua impopular proposta de Reforma da Previdência. Deu com os burros n’água.
 
No fundo, a letra do samba-enredo da Mangueira trouxe ao centro do debate a resistência dos esquecidos e marginalizados pela história do passado e pelo presente do Brasil.
 
 
“Brasil, meu nego
Deixa eu te contar
A história que a história não conta
O avesso do mesmo lugar
Na luta é que a gente se encontra
 
Salve os caboclos de julho
Quem foi de aço nos anos de chumbo
Brasil, chegou a vez
De ouvir as Marias, Mahins, Marielles, malês
 
Brasil, o teu nome é Dandara
E a tua cara é de Cariri
Não veio do céu
Nem das mãos de Isabel
A liberdade é um dragão no mar de Aracati.”
 
Aprende, Bolsonaro!

Sobre o autor
Moisés Braz é Deputado Estadual
* MAIS ARTIGOS DESTE AUTOR
25-01-2017
Lei de Cotas no Ceará é vitória da igualdade
19-05-2014
Grito da Terra Brasil 2014: a luta dos trabalhadores do campo

 


Sede do PT Ceará
Avenida da Universidade, 2189 - Benfica - Fortaleza (CE) CEP: 60020-181
Tel: (85) 3454.1313 - WhatsApp: (85) 9 9684.0139

www.ptceara.org.br
comunicacao@ptceara.org.br

1999-2019. Conteúdo Oficial - Partido dos Trabalhadores - Ceará
Produzido e Atualizado pela Comunicação do PT Ceará e TEIA DIGITAL